Agricultura perto de esgotar fundos para o investimento

16-08-2013 17:44

Programa de apoio ao desenvolvimento rural já assumiu compromissos com projectos que, no total, representam um investimento de cerca de 6700 milhões de euros para modernizar o sector.

Depois de um ciclo de dificuldades que fez atrasar ou suspender mesmo os pagamentos aos agricultores por causa das dificuldades financeiras do Estado, o Programa de Desenvolvimento Rural (Proder) regressou a um padrão de normalidade e terminou o primeiro semestre deste ano com 32 mil projectos aprovados que totalizam um apoio público de 3,9 mil milhões de euros.

Ao contrário das ajudas directas às explorações, que chegam directamente dos cofres de Bruxelas e que visam suportar o nível de rendimento dos agricultores, os apoios do Proder têm como objectivo promover o investimento no sector e manter a sustentabilidade do mundo rural, e vigoram num plano plurianual, neste caso, 2007/2013.

Mas enquanto as ajudas directas não têm qualquer comparticipação pública, o que chega de Bruxelas é entregue por inteiro ao agricultor, no caso do Proder é, primeiro, exigido que o candidato ao apoio suporte uma parte do investimento e, depois, que o Estado assuma também uma comparticipação percentual no projecto.

Por isso é que os 3,9 mil milhões de euros de apoios públicos já contratados correspondem, globalmente, a um investimento total de 6,7 mil milhões de euros no quadro de acções que estão previstas no programa.

Fonte: Público