Rolha da Amorim no whisky mais caro do mundo

16-11-2010 17:36

  in Diario Económico 16-11-2010

As rolhas de cortiça da colecção Top Series, da Corticeira Amorim, foram seleccionadas para vedar o whisky mais caro do mundo.

A Corticeira Amorim foi seleccionada pela cave Dalmore para vedar o "Dalmore Trinitas 64", o whisky mais caro do mundo, vendido numa edição limitada de três garrafas de luxo que chegaram ao mercado a 100 mil libras.

Desenvolvida em estreita ligação com a cave Dalmore, reconhecida pelo seu portfolio que contempla alguns dos mais raros e antigos whiskies de malte do mundo, a rolha Top Series seleccionada é composta por um corpo de cortiça natural e por uma sofisticada cápsula de madeira escura com acabamento de prata.

Carlos de Jesus, Director de Marketing e Comunicação da CORTICEIRA AMORIM, destaca a importância desta associação: "Esta parceria com a Dalmore é bem representativa da estreita ligação que estamos a estabelecer com alguns dos mais importantes produtores mundiais de espirituosos."

O Dalmore Trinitas 64 resulta de uma combinação única de vintages espirituosos das colheitas de 1868, 1878, 1926 e 1939, finalizado pela junção de um vintage de 1940. O estágio foi feito num barril artesanal de carvalho americano branco, de 9 litros, temperado com whiskies raros da marca e dois sherries antigos, por um período de dois anos.

Lançada no início de 2010, a colecção Top Series rapidamente se assumiu como uma referência no mercado das bebidas espirituosas. Ainda no primeiro trimestre do ano, foi seleccionada para vedante do whisky de malte mais antigo do mundo - o Gordon and Macphail's Mortlach 70 - Year-Old.

A coleção de rolhas capsuladas de luxo da corticeira é composta por centenas de produtos diferentes, com a garantia do desempenho e as mesmas vantagens em termos de sustentabilidade da cortiça natural, numa grande variedade de materiais, assentes em tecnologias de produção de última geração.