Ovinos e Caprinos

Ovinos e Caprinos

11/01 a 17/01 de 2016

OVINOS

Na semana em análise a cotação média nacional dos borregos de <12 Kg voltou a cair em relação à semana anterior (-33 cêntimos / Kg). Os borregos pesados, de 22-28 Kg e de >28 Kg, mantiveram-se novamente estáveis em relação à semana anterior.
Na Beira Interior a oferta de borrego foi média nas áreas de mercado da Cova da Beira e Guarda e relativamente abundante em Castelo Branco; a procura foi muito fraca na Cova da Beira, relativamente fraca na Guarda e fraca em Castelo Branco. A oferta aumentou e a procura baixou em relação à semana anterior em Castelo Branco, o que conduziu a uma quebra das cotações dos borregos de <12 Kg, -75 cêntimos / Kg. Também na Cova da Beira os borregos de <12 Kg sofreram um decréscimo, -25 cêntimos / Kg.
Na Beira Litoral a oferta de borrego foi fraca na área de mercado de Coimbra e média em Viseu; a procura foi fraca nas duas áreas analisadas. A procura baixou em relação à semana anterior em Viseu, o mesmo acontecendo às cotações dos borregos de <12 Kg, -50 cêntimos / Kg.
No Ribatejo e Oeste, na área de mercado do Ribatejo, a oferta de borrego foi média e a procura foi muito fraca, tendo esta última baixado em relação à semana anterior. Descida de cotações dos borregos de <12 Kg, -10 cêntimos / Kg.
No Alentejo a oferta de borrego foi média em todas as áreas de mercado analisadas, com exceção de Évora em que foi relativamente fraca; a procura foi relativamente fraca em Estremoz e média nas restantes áreas, Évora, Alentejo Litoral, Alentejo Norte, Beja e Elvas. Estabilidade de cotações.
Em Trás-os-Montes a oferta e a procura de borrego foram relativamente fracas. O volume de negócios continua reduzido. Estabilidade de cotações dos borregos de <12 Kg e de 13-21 Kg nas três áreas de mercado consideradas, Alto Tâmega, Terra Fria e Terra Quente.
 

Borrego de < 12 Kg 3,27 EUR / Kg P.Vivo
Borrego de 22-28 Kg 2.23 EUR / Kg P.Vivo
Borrego de > 28 Kg 2,20 EUR / Kg P.Vivo

 

CAPRINOS

Na semana em análise prosseguiu a descida da cotação média dos cabritos de <10 Kg em relação à semana anterior nas regiões da Beira Interior (-9 cêntimos / Kg) e da Beira Litoral (-25 cêntimos / Kg); estabilidade destes animais em Trás-os-Montes.
Na Beira Interior a oferta de cabrito foi média nas áreas de mercado da Guarda e da Cova da Beira e relativamente abundante na Sertã; a procura foi fraca na Cova da Beira, relativamente fraca na Guarda e relativamente animada na Sertã. Descida de cotações dos cabritos de <10 Kg na Cova da Beira, -25 cêntimos / Kg.
Na Beira Litoral a oferta de cabrito foi muito fraca na área de mercado de Coimbra e fraca em Viseu; a procura foi muito fraca em Coimbra e em Viseu. A procura sofreu uma redução em relação à semana anterior em Viseu, acarretando uma quebra das cotações dos cabritos de <10 Kg, -50 cêntimos / Kg na cot. mín e +freq. e -20 cêntimos / Kg na cot. máx.; em Coimbra a cot. mín. destes animais desceu -1 EUR / Kg.
Em Trás-os-Montes a oferta e a procura de cabrito foram relativamente fracas, tendo ambas baixado em relação à semana anterior. O volume de negócios diminuiu significativamente após as quadras festivas. Esta semana as cotações dos cabritos de <10 Kg pautaram-se pela estabilidade nas três áreas de mercado analisadas, Alto Tâmega, Terra Fria e Terra Quente.
No Ribatejo e Oeste, na área de mercado do Ribatejo, a oferta e a procura de cabrito foram fracas, tendo a procura caído em relação à semana anterior. Estabilidade generalizada de cotações, quer dos cabritos, quer dos adultos.
No Alentejo a oferta de cabrito foi média na área de mercado do Alentejo Norte e fraca em Estremoz; a procura foi fraca no Alentejo Norte e relativamente fraca em Estremoz. Estabilidade de cotações dos cabritos, de <10 Kg e de >10 Kg, nas duas áreas analisadas.
 

Cabrito < 10kg

Beira Interior 4.58 EUR / Kg P.Vivo
Beira Litoral 4.00 EUR / Kg P.Vivo
Trás-os-Montes 5.17 EUR / Kg P.Vivo

 

Informação: GPP - SIMA